Porque a guarda dos seus títulos requer uma total confiança entre as partes.

Fazemos o serviço de registo e guarda de instrumentos financeiros nacionais e estrangeiros, através de conta de custódia no Banco Finantia. A maioria dos instrumentos financeiros são escriturais (existem apenas em registos informáticos) e carecem de registo numa entidade elegível para o efeito.  Este serviço possibilita a execução de transações sobre valores mobiliários dentro e fora dos mercados organizados (Bolsas).

A equipa de profissionais qualificados do Banco Finantia assegura o registo em conta custódia do seu instrumento financeiro.

Pode contactar-nos através de email, dirigir-se às nossas agências de Lisboa ou Porto, ou utilizar o seguinte número de telefone, disponível nos dias úteis das 09:00 às 18:30 horas:

+351 217 202 020

Este serviço está disponível para clientes do Banco Finantia em Portugal e também do Banco Finantia Spain em Espanha.

Perguntas Frequentes

O que é uma conta de títulos?

É a conta através da qual o intermediário financeiro irá receber as ordens sobre instrumentos financeiros (de compra, venda, subscrição, resgate) dos investidores. É na conta de títulos que estarão registados os seus títulos/instrumentos financeiros (obrigações, unidades de participação em fundos de investimento, ações, entre outros) escriturais, ou seja, os valores mobiliário representados por registos informáticos em conta (e não por documentos em papel).

O que é um contrato de intermediação financeira?

A abertura de uma conta de títulos obriga à celebração de um contrato de intermediação financeira que, legalmente, está sujeito à forma escrita. O contrato de intermediação financeira deve conter, entre outros elementos, a descrição dos serviços a prestar (bem como identificação dos instrumentos financeiros objeto dos serviços a prestar), a indicação dos direitos e deveres das partes e a indicação do modo como poderá reclamar.

Nota: Esta informação consta do site da CMVM, onde podem ser consultadas informações adicionais sobre este serviço financeiro. 

Como funciona a custódia?

A custódia funciona através do custodiante, que atua como uma “central depositária” dos valores mobiliários detidos pelo investidor. Para que as ações sejam negociadas entre dois investidores, é necessário que estas estejam depositadas no sistema de clearing. O custodiante envia todas as informações referentes ao investidor, de forma a dar mais transparência ao processo de negociação de ativos.

Quais os intervenientes na custódia?

São eles a instituição depositária, o agente custodiante e o investidor.

Investir no futuro

Somos um banco global e independente.
Temos a solução ideal para quem procura poupar e investir.

Fale connosco